Karatê nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 – Como será?

Fala galera!

Um dos esportes introduzidos nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que será realizado em 2020, será o Karatê. É lógico que esse esporte não poderia ficar de fora. Afinal, o Japão é o berço do Karatê.

O esporte, felizmente, não se resume somente à imagem de Senhor Miyagi / Daniel “San” Larusso em “Karatê Kid” e de Frank Dux / Chong Lee em “O Grande Dragão Branco”. Figurinha carimbada desde os Jogos Panamericanos 1995, em Mar del Plata, na Argentina, o Karatê estará garantido pelo menos até os Jogos Olímpicos de 2024, que será realizado em Paris, na França.

Em 2020, teremos dois formatos de competições no Karatê, que seguirão os moldes da World Karate Federation:

Kumitê – Torneio individual, divididos em categorias por peso, assim como no Judô e no Tae Kwon Do. Acima, o brasileiro Douglas Brose se tornando bicampeão mundial de Karatê em 2014.

 

Kata – Apresentação dos competidores que simulam golpes onde os juízes avaliam suas técnicas. No vídeo, a apresentação da equipe feminina do Japão no Mundial em 2012. A apresentação poderá ser tanto individual quanto por equipes.

 

Até a data deste post, o Brasil está em 4º lugar no ranking mundial e em 1º no ranking pan-americano. O Brasil tem condições para conquistar alguma medalha em Tóquio, tanto no masculino quanto no feminino. Os países que estão no topo do ranking mundial são Japão (obviamente), Irã e Turquia, nesta ordem. Destaque também para Egito, França, Espanha, Estados Unidos, Itália e Austrália.

As apresentações do Karatê nos Jogos Olímpicos serão realizadas no Nippon Budokan, em Tokyo, mesmo local das outras competições de artes marciais.

Agora, a minha única dúvida é saber se, na língua portuguesa, KARATÊ é com C ou com K…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *